Tente sempre ver o lado positivo em tudo que acontece, esqueça o negativo, ele não serve pra nada. Dê valor aos pequenos instantes que passar com pessoas especiais, quem é especial sempre vai embora, e isso é certo. Tudo muda, ate você muda. O tempo passa, o tempo nos envelhece, nos desgasta e nos mata. Aproveite o hoje, o amanhã pode não existir. Quem garante que você estará vivo ate o fim do dia? Nessa vida não temos garantia de nada, só a morte é certa. Viva o momento; chore; grite; pule; dance; sorria. Nada do que foi ontem, será o mesmo hoje. As histórias com o tempo se destorcem, você esquece os detalhes e os detalhes, são essenciais. Não abra a boca pra falar que não vive sem alguém que conhece há tão pouco tempo, você vive sim e você sabe disso. Você não o teve durante toda sua vida. Não perca seu tempo correndo atrás de quem foge, ou se esconde de você. A vida é curta e passa muito rápida, você já cresceu e seu tempo de brincar de pique - esconde já passou. Acolha os novos amigos, eles são quem vão lhe ajudar a escrever sua nova história. Compartilhe fatos; Um dia caso você se esqueça, alguém te ajudará lembrar. Antes de fazer algo, pense se pode ou não vir a se arrepender. O tempo não vai voltar pra você tentar fazer diferente. Escolhas existem. E você as decide. Não cometa o mesmo erro duas ou três vezes. Se você se arrependeu da primeira vez, por que insistir em fazer? Não faça algo apenas para impressionar alguém, nem mesmo seus amigos. Eles logo se esquecem, mas você não. Você tem consciência para seguir o caminho certo. Não deixe ninguém influenciar suas escolhas; Pois SUAS escolhas são SUAS escolhas. Fuja dos conselhos, você tem capacidade o suficiente para saber o que é melhor pra você. Se sentir-se sufocado grite alto ate se libertar. E se te chamarem de louco não ligue; Não a quem seja normal neste mundo. Seja forte nas situações que te causarem medo. Se não houver medo, não haverá coragem. Não sinta vergonha de chorar, as lágrimas são a melhor forma de demonstrar seus sentimentos. Não acredite muito no que você ouve por ai, nem mesmo no que você ver. Neste mundo não a quem não minta. Não veja, não ouça, APENAS SINTA. - Lila Medeiros

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Retrospectiva ...

Última Postagem de 2010
2010 já começou totalmente com o pé esquerdo. Primeiro com chuvas e ventanias que começaram do nada; depois a cidade ficando completamente escura. Sem sinal de celular, sem comunicação alguma com quem morasse distante. Eu ate que tive sorte, o sinal voltou justamente às 23h onde em algumas regiões já seria 1º de Janeiro. Corri imediatamente e liguei pra alguém que foi e ainda hoje é muito especial pra mim, o garoto do sorriso mais lindo que eu já conheci, Matheus Jardim. Bem na hora que eu desliguei o celular, o sinal novamente caiu. Foi realmente muita sorte. Esperar o ano novo no escuro eu tiraria de letra, pra mim seria novidade e eu bem que gosto disso. Mas pra algumas pessoas, deve ter sido o pior inicio de ano de suas vidas (risos). Não tínhamos mesmo pra onde ir, nada além de sentar e ficar esperando dar 00:00 hrs, pra finalmente nos abraçarmos. Foi à coisa mais sem graça que eu já presenciei, como uma madrugada normal que já havíamos passado na calçada da minha casa. Alguns já estavam dormindo e foram acordados com os fogos. Fogos? Não lembro direito esse detalhe, mas deve ter tido. Não como nos anos anteriores, mais alguém deve ter soltado. Depois pessoas dando de ombros, indo embora. No outro dia, tudo foi ate melhor, fizemos algumas coisas que deveria ter sido feitas na virada, mais que ainda assim valeu à pena. Janeiro passou mais rápido que um jato, quando me dei conta já estávamos na tão esperada festa do padroeiro. Cidade animada, barracas por toda parte e um parque. Ah, o parque. Eu não tinha mesmo o que fazer saia pro parque pra olhar um guri que achava super gatinho (risos), que inclusive não era da cidade. Conversa vai, conversa vem ate chegar à noite da festa principal, acabamos ficando nesse dia, e no outro dia, e no outro. Até ele ter de ir embora. Eu me vi chorando por um garoto que eu acabara de conhecer. Em três dias, um amor de três anos. Bem, ele tinha mesmo que ir, e nada me restava além de entender; mantemos contato durante um bom tempo, planejamos coisas que irão ficar apenas nas nossas ilusões; bom isso não interessa. Foi-se Janeiro. Fevereiro; mudar de escola, me separar dos meus amigos e ainda por cima em outra cidade não me parecia nada legal. Chegar em um ambiente que eu não sabia se seria bem recebida ou não, onde pessoas que eu nunca tinha visto me olhavam dos pés a cabeça, era meio constrangedor. Confesso que foi bem tenso nos primeiros dias, mas em uma semana eu já me sentia em casa; Conheci pessoas que hoje realmente me fazem muita falta, mas que as trago aqui dentro do meu coração e vou levá-las pra sempre. Eu me vi em uma sala que só existia maculo, e acabei me familiarizando, pois também sou uma (risos). Viajar todos os dias de uma cidade a outra já estava muito cansativo, sem falar nos riscos que corri no decorrer do ano. A afinidade crescia a cada dia com alguns colegas, a ponto de nos reunirmos nas terças feiras pra aprontar algumas, que prefiro não comentar aqui (HAHA 6’). O tempo se passava e quando me dei conta já estávamos no recesso junino; ficar distante por um tempo da pressão psicológica que a escola fazia sobre nós seria ótimo. Viajar seria a melhor escolha. 30 de Junho de 2010, rumo a Natal/RN. Conhecer pessoas novas é sempre bom, principalmente quando você percebe que essa pessoa, ta vindo pra ficar, pra marcar a sua vida, e ficar pra sempre na história. O que poderia acontecer de melhor em 2010, estava me acontecendo. – 19 de Julho de 2010, de volta às aulas; rever os amigos depois de algum tempo, era uma sensação maravilhosa... Já havíamos passado do meio do ano, e nos restavam viagens prometidas pelos diretores. 29 de Julho, rumo a UFRN/Cientec-2010. Eu poderia resumir meu ano inteiro falando apenas desse dia, posso garantir, que foi um dos melhores dias da minha vida; Se encontrar com alguém as escondidas foi uma loucura e tanto. Foi-se Julho. Agosto; fui marcada pela família pela frase [me abraça, eu sou carente] essa frase repercutiu durante um bom tempo, sem falar que a dor que saudade causava em mim, era horrível. Comunicar-se com alguém que se ama apenas por celular, e via Internet não era o suficiente, meu corpo pedia presença. Final de Agosto não estava nada legal, era chegado o fim do que começou em Julho, para um começo de um namoro inesperado. 1º de Setembro de 2010, rumo a João Pessoa/PB; Viajar as 00:00 hrs com o ensino médio inteiro parecia que não daria muito certo, e realmente não deu. Sair de um estado a outro agüentando nosso amigo Joalison o caminho inteiro cantarolando foi irritante. Uma noite de sono perdida. Depois de muita estrada, nada melhor e mais lindo do que ver o nascer do sol, ao lado dos amigos, colegas e professores, pra fazer nossa viagem enfim valer à pena. O namoro durou apenas um mês e três semanas. Não posso negar que fui feliz enquanto durou, mais não posso garantir que fiz feliz quem estava comigo. Loucuras e mais loucuras foram feitas. Renato Azevedo, o cara mais louco e mais apaixonado que eu já conheci. A você, meus mais sinceros agradecimentos. Saiba que você me ajudou muito, me fazendo sorrir quando o que eu mais queria era me acabar em lágrimas. 09 de Outubro de 2010, tinha tudo pra ser um dia perfeito, como havia nos meus planos. Acabou sendo O PIOR DIA da minha vida. Causando durante um bom tempo, choros, maus pensamentos, e dor; muita dor. Perder alguém que havia se tornado algo mais importante que a minha própria vida, foi o mesmo que enfiar uma faca no meu peito, me arrancando o coração. Saiba que você me teve nas mãos, mais não soube aproveitar. Foi-se Outubro, acompanhado de choros, noites mal dormidas, pesadelos assustadores, e perguntas sem respostas. Chega Novembro, completamente igual a Outubro, mais um mês perdido. Inicia-se Dezembro; Aulas chegando ao fim, separando de mim pessoas que me faziam feliz. Da escola, só me restaram às lembranças; Meu primeiro e último ano nela foi realmente perfeito e inesquecível. Sem esquecer das loucuras nos banheiros. Das aulas Gazeadas. Das briguinhas bestas. Da água com corante vermelho. ;x [não fui eu, juro. q] (risos) Fui feliz fazendo parte da Família Iesc. Mas enfim, Férias. 10 de Dezembro de 2010, Churrasco do Pré-Kurtição, completamente perfeito, de ficar na história. É claro que depois bateu alguns arrependimentos, mas nada mais pode ser feito pra desfazer o que aconteceu. Quase no meio de Dezembro eu já não estava tão mal, já havia parado de chorar e já nem doía tanto; hoje ainda choro, mais só às vezes. Quando sinto falta; é, eu ainda sinto; Quando me lembro do quanto eu me esforcei pra te ver sorrir. Do quanto seria bom estarmos juntos, neste fim de ano. Alguns dias se passaram mais nenhum rancor ficou. Nem de você, nem de outras pessoas que me magoaram. Neste ano eu não só fui magoada, como magoei também. Algumas pessoas que me achavam capaz, que apostaram em mim, me viram fraca, sem forças, e sem saber levantar. O Natal já se aproximava ate você reaparecer. Juro que eu tento acreditar no que me dissesses, mais eu passei por muita coisa todo esse tempo, e eu passei a desacreditar, e a desconfiar de tudo. Olha, se você reapareceu a fim de brincar, me avisa antes; Por que dessa vez eu não quero ser o seu brinquedo, por que já me quebrasses um dia, e eu demorei muito pra juntar os pedaços de mim, ate os colar para ‘parecer’ inteira. Desculpa por pensar assim, mas é que eu tenho medo de sofrer em dobro o que sofri da primeira vez que você me deixou, e não agüentaria passar por tudo outra vez. O lixo que eu me senti, não consigo descrever, não consigo explicar. A pior sensação que possa existir, confesso que já senti. 24 de Dezembro de 2010, véspera de natal; Nada melhor que sair com os amigos, curtir, e só chegar em casa no outro dia. Posso dizer que foi uma madrugada de riscos, precisaria realmente de muita coragem pra fazer o que fiz, não me arrependo, fiz o que deveria ter feito há algum tempo, pra fazer o ano valer à pena. (^^) Hoje 31 de Dezembro de 2010, restando apenas algumas horas pra o ano enfim se concretizar, eu agradeço a Deus por mais um ano, e rezo para que 2011 seja um ano muito melhor que 2010;
“Hoje eu não tenho você aqui. E lembrar as suas promessas faz crescer uma ferida no meu peito que eu percebi que ainda não cicatrizou. Hoje eu só tenho a desejar a você que seja feliz, ao lado de quem quer que seja. Que ela consiga fazer você se sentir, como eu nunca consegui. Saiba que alguém aqui te amou mais que do que a própria vida, e fez o que pode pra tentar ser alguém na sua. Quis tanto ser alguma coisa, que acabei não sendo nada. Tudo de melhor que o mundo tem a oferecer eu desejo a você. Seja feliz e Obrigada por tudo, por cada alegria que me fez passar, por cada Eu te amo, dito na hora certa, apesar de ter te perdido, eu - Te levo comigo - e saiba que – não são quatro mil horas que vão me fazer te esquecer
Obrigada, aos amigos de longa data, aos que conheci este ano, as companheiras de estrada; Iris e Yana, aos colegas de classe, aos primos que tenho como irmãos. Ao meu Melhor Amigo, Alan Medeiros, a minha Melhor Amiga Délia Fernandes, a Renato Azevedo, a Tarcilla Medeiros, a Camila Fernanda, a minha irmã chata Heloise Medeiros, e aos demais que fizeram parte da minha vida em 2010. A vocês, eu só tenho a agradecer.
Nas minhas lembranças, na minha memória, principalmente em meu coração, ‘nesse coração que hoje esta ferido’ vocês vão estar pra SEMPRE... E que venha 2011 õ/
Aos leitores do Blog,
um ano novo cheio de amor, saúde e muita paz;
Que Deus ilumine todos vocês.
Lila Medeiros ...

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Tudo que eu mais queria era te fazer feliz, o máximo que eu consegui foi te fazer sorrir. Tão pouco, era o bastante pra mim.
Era um ótimo começo, ate chegar o dia de te ver desistir (...)

domingo, 26 de dezembro de 2010

Eu sinto o vento em minha pele me fazendo sentir frio; Fecho meus olhos e a tua imagem é o que me aquece. Eu vejo a lua se esconder até o sol aparecer. As horas passam na madrugada, e eu continuo acordada, mas eu sei que estás dormindo em algum lugar distante daqui, bem longe de mim. Talvez em alguma noite perdida eu reapareça em teus sonhos, quem sabe te fazendo lembrar, como foi bom a gente se amar.

Lila Medeiros

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

KKKKKKKKKKKKK

video
Meldels

Por: Alan Medeiros


É, 2010 já esta quase no fim, esse foi um ano muito decisivo nas nossas vidas, em todos os aspectos, em todos mesmo. Eu posso dizer que fizemos tudo que tínhamos direito e também conquistamos muitas coisas, a maioria juntos (*---*) eu te agradeço por estar do meu lado, te agradeço por toda ajuda que você me deu durante o ano, por tudo mesmo, os meus mais sinceros agradecimentos.
Durante essa semana estive relembrando tudo que foi feito, tudo que foi dito, tudo que se concretizou, de um modo geral relembrei toda nossa amizade, desde os pirralhos da terceira série ate os adolescentes problemáticos do pré. Vasculhando meu celular encontrei uma mensagem do dia 01 de setembro de 2009, que diz assim:
- Conta comigo pra tudo! Te adoro..
- My Best friend forever ... S2
É, guardo ela até hoje, coisa que eu não faço com nenhuma outra mais fiz com essa porque é muito especial pra mim e você sabe o porque.
Em meio a tantas coisas que aconteceram durante esse ano, muitas boas outras nem tanto, vejo que a maioria dos problemas não passaram de simples problemas que poderão ser resolvidos com simples decisões, muitas delas com você sempre me aconselhando e me mostrando o que era melhor. Por isso e por outras milhões, zilhões e trilhões de coisas eu te agradeço.
E quero te dizer que por mais “abestalhado” e fútil que eu seja as vezes e por todas as merdas e doidices que eu fiz durante o ano desde já eu te peço desculpas e eu sei que no fundo no fundo você me conhece bem e sabe que realmente eu não sou assim. Heolane, obrigado por tudo, tudo mesmo. Saiba que se mesmo agente se separar durante o ano que vem, pode ter certeza que parte do meu coração estará com você e sempre vai estar, sempre.
Minha amizade com você eu não troco por nada, nada mesmo, ela é muito valiosa pra mim e você é uma das colunas que me sustenta. Eu te amo muito, muito mesmo, Minha irmãzinha, minha mãe (K3) e acima de tudo meu “eu em você”. Conta comigo sempre, eu vou estar bem aqui sempre que precisar.
E mais uma vez ouvindo este trecho musical eu choro, mais de alegria por saber que tenho uma pessoa tão especial como você ao meu lado. Sinta-se abraçada por mim como das ultimas vezes. :’(
- Preciso da sua amizade
Da sinceridade do teu carinho
Eu sei, pode não parecer com meu jeito de ser
Mas você é muito especial
Minha BFF IYOU.
. . . .Always

domingo, 19 de dezembro de 2010

Eu nem vi a noite passar, quando me dei conta a luz do sol já entrava pela janela em direção ao meu rosto. Eu mal conseguia abrir os olhos. Sentei na cama, e de repente me vi sozinha naquele quarto enorme. Levantei, fechei as janelas, e a escuridão tomou conta do quarto. Não era tão escuro a ponto de não ver nada; mais era escuro a ponto de não te enxergar ali. Mas, como assim te enxergar ali, se você realmente não estava? Sei lá, talvez estivesse ficando maluca. Sentei novamente, e algo me fez fechar os olhos; Que estranho, acho que ainda não havia acordado; ao fechar os olhos eu te via nitidamente na minha frente... será você mesmo? O que seria aquilo, uma ilusão ou algum tipo de visão? Não, não podia ser real. Um silêncio profundo permaneceu no quarto. Não hesitei, e logo perguntei: “Por que tudo isso? Você se sente feliz me machucando?”. Ele apenas me olhava, e o silencio continuava. Aquilo sendo real ou não, eu precisava colocar pra fora o que estava quase explodindo aqui dentro. “Responda. Isso te faz feliz? Fazer sofrer quem tanto te ama? Quem tanto confiou em você? Por que não responde? Você sabe que o que fez não foi certo”. Tentei me controlar, respirar fundo, mas eu já não tinha o controle sobre meu corpo, e quando me dei conta, já havia quebrado o quarto inteiro. Meu Deus estava eu ficando louca? Ele continuava parado, apenas me olhando. Não sorria, não chorava, não falava nada. Isso era o que mais me incomodava. Eu já estava sentada no chão chorando, segurando na barra da calça dele, implorando para ele não ir embora. Ele olhou para baixo onde me encontrava sozinha abraçada à perna dele, e novamente o silêncio prevaleceu. Olhei nos olhos dele, e comecei a gritar: “Eu te perdôo amor, volta, volta pra mim. Eu já não consigo mais viver nesse mundo sem você. Não faz assim. Eu preciso de você, como jamais precisei de outro alguém. Por favor, não me abandona novamente agora que estar aqui. Eu não existo sem você, falta algo aqui comigo. Eu te prometi meu coração, e não sei não cumprir essa promessa. Eu já tentei te esquecer amor, mais tudo foi inútil, tudo foi em vão... Eu continuo te amando muito mais do que antes”. Eu não conseguia conter as lágrimas que do meu rosto caiam. Chorando então fui levantando, apoiada as roupas dele, e ficamos frente a frente, eu já não tinha mais forças para ficar de pé; senti as mãos dele tocar meus ombros, e olhando nos meus olhos apenas duas palavras saíram de sua boca. “Se cuida” e me dando as costas, logo foi desaparecendo, e em questão de segundos eu não o via mais. De repente abri os olhos, espantada, sem saber o que teria sido aquilo. As janelas continuavam abertas; eu ao menos havia levantado para fechá-las, e o quarto continuava intacto. Nada do que havia acontecido fora verdade. Foi apenas a minha imaginação querendo te encontrar em algum lugar, agindo com a emoção, ao invés da razão.
Lila Medeiros

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010


Hoje eu já não sei ao certo qual sentimento tenho por você. Não vou mentir dizendo que não existe mais nada aqui dentro, por que ainda existe sim; mais não é como antes que eu seria capaz de fazer tudo o que me pedistes. Eu acho que estou começando a dor valor a quem realmente merece, embora seja um pouco tarde para isso estar acontecendo. Mas se queres saber, eu ainda penso em você; sim é verdade. Mas, é um pensar de arrependimento por ter acreditado tanto no que dizias, e ter me deixado levar por falsas promessas. As tuas palavras pareciam ser tão sinceras, que qualquer uma seria capaz de acreditar e se iludir, como eu me iludi.
Há algum tempo venho te observando, das formas que me são possíveis, e vejo o quanto estais enganado em relação à pessoa que tu diz que amas. Não vá pensando que vai encontrar por ai, alguém que te der amor verdadeiro, pois esta pessoa já encontrastes, e não soubeste dar valor. Fizestes questão de terminar tudo de um jeito estranho e sem explicação; mais hoje eu já não preciso entender, pois já consigo aceitar. Um dia quando olhares pra traz e sentires minha falta, e talvez perceber a merda que fizestes me deixando escapar, já vai ser tarde pra tentar voltar atrás, ou ate mesmo pedir desculpas; coisa que ate hoje ainda não fizestes. Mas tudo bem, a vida faz questão de dar o troco. Só não vem dizer que foi por falta de amor, por que eu te amei de um jeito inexplicável e sem restrições... Eu chegava a me perguntar se gostar tanto assim de alguém, como eu GOSTAVA de você, poderia ser normal. Pois era algo fora do comum. Eu seria capaz de dar a minha vida, pra salvar a tua se acaso precisasse. Mas você não precisa de mim; não, não precisa.

Não agora...


Lila Medeiros

domingo, 12 de dezembro de 2010

- Oh anjo, lembro do dia em que chorastes,
pedindo-me pra voltar pra ti.
Ah, eu lembro bem;
Lembro que lágrimas escorriam sobre a tua face,
e mais uma vez, à distância me impedia de enxugá-las,
e através de uma tela de computador,
eu as via escorregarem lentamente dos teus olhos.
Como poderia te negar este pedido,
se era você, tudo o que mais queria?
E ao te aceitar de volta, eu também chorava...
Tu mal vias, mais sim... Eu chorava.
- Oh anjo, houve noites em que eu te esperei ligar,
e sozinha no meio da noite,
chorava enlouquecida;
Imaginando se tu estavas bem,
o que poderia estar acontecendo contigo naquele momento...
Se pensavas em mim, metade das vezes em que eu pensava em ti...
- Oh anjo, eu não tinha o direito de exigir mais nada de Deus,
pois o melhor presente do mundo, ele já havia me dado.
Eu poderia roubar todas as estrelas que me pedisse...
Poderia te fazer descansar sobre a lua...
Mas anjo, hoje eu já não te tenho.
Prefiro imaginar que estas dormindo um sono profundo,
do que acreditar que dessa vez eu te perdi.
Por que assim posso acreditar, que quando acordares
tu vens correndo novamente 'pros' meus braços.
- Então, DORME ANJO.
Dorme, mas ver se volta algum dia,
pra os braços de alguém que hoje também chora,
como chorastes um dia.
Lila Medeiros

sábado, 11 de dezembro de 2010

Sentia algo estranho ao sair de casa naquela noite,
comentei com alguém que tentou me convencer
que talvez fosse culpa da ansiedade, ou ate mesmo da saudade...
Mas eu sentia, algo me dizia...
Naquela noite, eu te perderia!
Ao seguir andando, fui encontrando sinais que me afligiam,
a cada esquina que eu dobrava, o meu medo aumentava.
O tempo se passava devagar, e algo dentro de mim me dizia pra voltar,
e que não era o dia certo pra te procurar.
Mas voltar eu já não podia, eu já não queria.
Eu tinha que te ver, eu precisava te ter.
(...)
Ao te encontrar, acenei e correndo logo veio me abraçar.
Um beijo tentou me dar,
mas virei o rosto a fim de disfarçar...
A vontade me comia por dentro,
e o coração batia forte no meu peito.
(...)
Você tinha que voltar pra o lugar onde estava,
prometi então, que te esperava.
Horas se passaram, ate você novamente aparecer,
mais uma vez me abraçando...
Seguimos andando, com outra pessoa que havia além de nós...
Que de repente nos olhando, falou:
- vocês precisam conversar, tanto tempo sem se ver -
salta você:
- é, 4 mil horas –

Realmente... Tínhamos pouco tempo pra aproveitar,
e muitas coisas pra falar...
Mas a angustia mais uma vez me atacava por dentro
e comecei novamente a sentir medo.
Vontade de te abraçar,
e nunca, nunca mais te soltar.
Foram muitas às vezes em que você saia,
e eu novamente te chamava pra te dar mais um abraço.
Sim; algo já me convencera que seria o ultimo.
Eu tentava te abraçar forte,
mais eu já não encontrava forças...
Pois o medo de te perder já havia me corroído por completa...
(...)
Quando você estava realmente indo embora
eu me dei conta de que estava te deixando escapar, sem ao menos tentar.
E então uma voz saiu de dentro de mim
gritando teu nome sem parar..
Conseguindo então, te fazer voltar.
Sem ao menos pensar, comecei a te beijar...
Mas, eu não sei o que aconteceu, infelizmente você não correspondeu.
Me empurrou e saiu correndo sem ao menos olhar pra traz.

Eu continuava a gritar teu nome, na esperança de talvez te ver voltar.
Mas você se foi, sem me deixar outra escolha
a não ser, chorar...
Lila Medeiros

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010


"Minha melhor invenção
é acreditar que você vai estar pra sempre aqui...
E eu pensei o modo de poder voltar em ti,
e te dizer o que eu nunca fui capaz...
Que eu vivo e morro por você,
e sua falta vai viver pra sempre em mim" ♪
- Hateen ♫

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Ham? Mais como assim?
Me explica por favor,
Ainda não consegui entender.
Se ainda ontem sentias tanto amor...
Vens dizer que não quer mais?
Pra eu te deixar em paz?
Que vai ser melhor assim?
Mais e a gente?
E o nosso pra sempre?
E a vida que sonhamos?
Como vou viver sem te ter?
Por favor, não faz isso comigo.
EU TE AMO TANTO.
Eu juro que não vou aguentar essa dor.
Te ver escapando assim,
Dói tanto em mim.
Jogar tudo pro alto,
Me deixar de lado,
É o que desejas?
Então tudo bem, pode ir!
Não vou tentar mudar a tua decisão.
(...)
Ham? Mais como assim?
Pouco tempo se passou,
E já estais com outra?
Já sentes amor e já não vives sem ela?
Espera, volta aqui.
Você deve estar brincando...
Ah, não sabes por que aceitei te perder tão fácil,
Achei que fosse mais uma das tuas pirraças,
E que para mim, um dia tu voltavas.
(...)
Ham? Mais como assim?
Agora quero explicação,
Por que tanto desprezo?
Me diz por que, e razão!
Fiquei aqui sozinha nessa confusão,
Sem entender o que se passava na tua cabeça,
Muito menos em teu coração...
Olha quer saber?
Fique com ela.
Ela "aparenta" te fazer muito feliz
Eu vou conseguir um jeito,
Uma maneira de te esquecer...
Não é algo impossivel de acontecer.
Vocês se merecem!
Felicidade é o que desejo a você.
(...)
RÁ, Mais como assim?
Tão pouco tempo,
E já estais sofrendo?
Não era ela que te fazia tão feliz?
Hum, agora sabes o que passei.
Agora sentis o que senti.
Mais olha, conta comigo!
Não irei fazer o que fizestes comigo.
Eu entendo bem a dor de perder um "amor".
Me ensinastes bem isso.
Olha, eu posso enxugar tuas lágrimas
Sempre que você chorar...
Eu vou estar aqui,
Enquanto você precisar.
(...)
Sabe, eu tenho algo a te dizer...
Eu ainda penso em você!
Juro que eu tentei,
Mais nunca consegui te esquecer.
Nunca é tarde pra tentar ser feliz,
É só você querer,
O nosso amor ainda pode renascer...
É só você me chamar,
Que eu só tenho AMOR SINCERO pra te dar.
(...)
Liiilaa ")

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Pra começar, que foto é essa veý ?
Eu juro que a minha risada foi tão alta, mais tão alta, que a minha mãe veio lá do quarto afim de rir também u_u
oweiowieowieoiwe
Calma, calma, ta gatinho ;)
Parei õ/

Assim, eu prometi que quando você parasse de pedir pra eu te fazer um post é que eu o faria ? Então, como sempre fui uma mulher de palavra, aqui estou cumprindo minha promessa. u_u

Cara, eu nem preciso escrever aqui, que você é uma das pessoas que eu mais confio, e que eu sei que posso contar em todos os momentos, por que a cidade inteira e inclusive você já sabe disso. Então eu só queria te agradecer por ficar do meu lado sempre que eu preciso.

Não teria como não lembrar aquele dia que você me encontrou chorando sozinha no banheiro e me fez companhia, eu ali não precisava de mais nada, eu só precisava mesmo do teu conforto, do teu abraço, do teu carinho.
Caralho veý, tu chorou comigo; As tuas lágrimas foram as mais sinceras que eu já vi. Isso provou a nossa história de que somos a mesma pessoa, você naquele momento sentia a minha dor, o meu desespero, a minha angustia (...) mesmo sem entender o porque, você estava ali, e em nenhum minuto me abandonou.
Meu amigo, meu irmão, meu companheiro;
Conte comigo em qualquer momento, em qualquer situação. Eu to aqui pra defender, pra derrubar qualquer um que tentar te fazer mal, eu tenho força pra isso mesmo, pra defender as pessoas que eu amo; u_u
Não sabia? eu te amo cara. '-'
*--------*
Me fala qual seria a graça daquela pracinha, se não fosse eu e tu lá? me diz? Não, literalmente não teria graça, eu sem tu lá, e nem tu lá sem eu. Nam '-' falta a metade do outro, afinal nos completamos. (;
A hora que você precisar, seja pra o que for, pra sorrir, pra chorar, pra pular kk, pra 'arengar', pra aprontar, tamo .
Se for pra chorar, nós chora, se for pra beber nós bebi
x_x
Se um dia você precisar e eu não poder te ajudar, eu me desculpo desde já, eu estarei morta neste dia, mas de onde eu estiver vou estar torcendo por você. ;P

Meu melhor amigo, SEMPRE!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Quando ficávamos a sós, e ficávamos alguns segundos em silêncio, você conseguia ouvir as batidas do meu coração? É que eu lembro bem, da velocidade que ele batia quando eu te tinha por perto (...)

Lila Medeiros